sábado, 14 de setembro de 2013

Crónicas das férias #1


Aeroporto Sá Carneiro. Ainda procurava a indicação sobre o seu vôo no placard de chegadas, entre um mar de gente, quando senti um abraço perfeito fazer-me rodar 180º. O abraço dele.

Dez dias absolutamente perfeitos estavam a chegar.


14 comentários:

  1. Ainda hoje vim à tua procura!!!!
    E agora tocaste-me no meu fraquinho...Adoooooro reencontros no Aeroporto...nesse Aeroporto.

    Que sejam muuuuuiiiito felizes os dois!

    jinhossssssssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aii, Surii* Já eu preferia que os reencontros não precisassem acontecer, por estarmos sempre perto daqueles que amamos. O meu coraçãozinho está sempre partido, estando cá ou lá.

      Obrigada pelo carinho imenso com que sempre me presenteias*
      Muitos beijinhos cheios de saudades*

      Eliminar
    2. Eu sei querida:)...Mas dá tempo ao tempo, o tempo também precisa de tempo, sabias? Até lá concentra-te nos reencontros, combinado? Aerogare, Chegadas piso 0, certo?
      ;)))

      jinhosssssss

      Eliminar
    3. A paciência é virtude que eu luto muito por desenvolver, Surizinha...
      Da próxima vez o reencontro será em Zurique, mas o detalhe em relação ao Sá Carneiro é suspeito ;) Huuummmm....*

      Beijinhooosss*

      Eliminar
    4. Hummmmm...;)ahahahahah:) jinhossss

      Eliminar
    5. Ahahahaha ;) Estou de olho em ti, Surizinha!*

      Eliminar
  2. Olá querida ABT,

    Esse lugar e outros tantos mas esse em particular me encanta e renasço sempre quando estou lá, esse lugar assim como algumas pessoas vivem para sempre no meu coração e só posso guardo boas recordações, :)

    Tenho a certeza que correu tudo bem e esse Amor vence tudo, só tens de acreditar nisso.

    Beijinhos grandes e um excelente fim-de-semana.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. As férias foram maravilhosas, a volta ao aeroporto para a despedida é que já não soube bem...

      Beijinhos grandes Sérginho, e obrigada!

      Eliminar
    2. Olá querida ABT,

      Considera um até já e não um Adeus, mais vontade no próximo reencontro, mais vontade em que tudo seja mais mágico e mais perto disso acontecer e isso é o mais importante.

      Nada a agradecer os amigos estão sempre presentes, :)

      beijinhos grandes*

      Eliminar
    3. Sérginho,

      Sabes que é um até já não diminui a força com que o coraçãozinho se aperta por não podermos ter à nossa volta aqueles que amamos, sempre. Sempre é muito tempo, mas com as pessoas certas passa num instantinho...!

      Beijinhos grandes

      Eliminar
  3. Encontros everywhere... (menos aqui)!

    Adoro-vos. E tu sabes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até agora... consta-se que vai haver uma peça de teatro em Outubro que vai proporcionar muitos abraços pré-estreia ;)

      Eu sei, Lia :') Eu também te adoro*

      Eliminar

Outros pensamentos